Resenha #06 – A Revolução dos Bichos – George Orwell

Oi Gente! E ai?

Temos aqui a ambição por poder do ser humano tratado de uma forma magnífica! Uma sátira a ditadura stalinista, que me deixou sem palavras. O modo simples que George Orwell nos conta sua história é único.

 

revolucao_bichos1

 

 

Autor: George Orwell

Editora: Companhia das Letras

Páginas: 152

Tradução: Heitor Aquino Ferreira

Gênero: Sátira, Sátira Política

Acabamento: Brochura

Classificação: 5/5 ❤

 

 

 

Sinopse: Escrita em plena Segunda Guerra Mundial, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.

Depois das profundas transformações políticas que mudaram a fisionomia do planeta nas últimas décadas, a pequena obra-prima de Orwell pode ser vista sem o viés ideológico reducionista. É irônico que o escritor, para fazer esse retrato cruel da humanidade, tenha recorrido aos animais como personagens. De certo modo, a inteligência política que humaniza seus bichos é a mesma que animaliza os homens.
Escrito com perfeito domínio da narrativa, atenção às minúcias e extraordinária capacidade de criação de personagens e situações, A revolução dos bichos combina de maneira feliz duas ricas tradições literárias: a das fábulas morais, que remontam a Esopo, e a da sátira política, que teve talvez em Jonathan Swift seu representante máximo.

(Fonte : Companhia das Letras)

a-revolucao-dos-bichos-de-george-orwell

Na Granja dos Bichos, onde a história acontece, vemos os porcos Bola-de-Neve e Napoleão vivendo em desacordo em tudo. Bola-de-Neve possui muita lábia e sempre convence os animais a fazerem o que ele quer, o que deixa Napoleão com raiva e inveja. E com esse sentimento. Napoleão toma o “poder” e expulsa Bola-de-Neve da Granja.

Os animais agora comandados a punhos de ferro, não percebem o futuro que os aguarda, mantidos por fora, inocentes a situação, consideravam que o que O Líder Napoleão dizia era a lei.

Tornara-se comum dar a Napoleão crédito por todos os êxitos e todos os golpes de sorte. Duas vacas, bebendo juntas no açude, exclamaram: Graças à liderança do Camarada Napoleão, que gosto bom tem essa água!

O livro é tão simples, mas tão complexo ao mesmo tempo! Foi escrito há muito tempo atrás, mas continua sendo tão atual a imagem do governo. A alienação de algumas pessoas, do fanatismo com a política e tal, e outros que conseguem enxergar por fora da situação toda…

É uma leitura rápida, que nos faz pensar e refletir. Super indico a lerem!

Adicione no Skoob

Um ‘Chero’ de páginas de livros pra você!

8 comentários sobre “Resenha #06 – A Revolução dos Bichos – George Orwell

  1. Pingback: Keep Calm que Esse Marcou! – Parte 1 | Inícios Marcantes

  2. Pingback: Tag – Back To School | Inícios Marcantes

    • Obrigada Kamylla 🙂
      A história é meio complicada mesmo, mas eu gostei tanto! Foi bem diferente ir acompanhando os animais se transformando pra no fim ficarem daquele jeito. Bem diferente de tudo que já li.
      Obrigada pela visita ❤
      Beijinhos :*

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s